×

Blog

Alimentação canina

Alimentação Após o desmame, que ocorre em torno do 40-45º dia, o filhote deve ter no mínimo 4 refeições: café da manhã,    almoço, jantar e uma última refeição da noite.   Os filhotes passam a comer menos a medida em que vão crescendo assim,  reduzir o número de refeições gradativamente.

O adulto  (a partir de 1 ano) come 2 vezes ao dia.  Restos de comida, doces, massas e tudo o que estiver fora da relação  “alimentos” deve ser evitado mesmo que o cão goste ou queira  comer. O cão que “pede” comida da mesa dos donos deve ser repreendido  ou retirado do local das refeições familiares.    Ração para filhotes    Utilize papinha desmame para filhotes ou rações próprias  para filhotes em forma de papa (amolecida em leite de cabra morno ou água  morna), 3 a 4 vezes ao dia.    Ração para adultos deve ser dada a partir de 1 ano de idade.    Troca de ração    Sempre que trocar a ração deve-se misturar a nova ração  com a que está sendo administrada, por uma semana, reduzindo a mesma  aos poucos até ficar com a ração desejada.    Observe sempre que a ração utilizada seja de excelente qualidade  (bem balanceada: taxas de minerais, proteínas e vitaminas dentro de um  valor ideal para o tipo e faixa etária do animal), esteja dentro do prazo  de validade e bem conservada. Nunca compre ração a varejo.    Leite – utilize leite de cadela em pó (produto importado)    Ou ainda utilize leite de cabra, mais parecido com o leite de cadela do que  o leite de vaca    Leite de vaca pode ser dado, inicialmente diluído em água, observando  se o animal apresenta diarréia. Caso ele não apresente, oferecer  o leite puro ou mingau ( 1 colher de Neston ou Farinha Láctea em 1 copo  de leite puro ou diluído) , 1 a 2 vezes ao dia.    Comida Caseira    A base de carne (40%) , arroz integral e legumes (60%) cozidos com pouco sal.  Deve ser dada apenas quando o filhote não aceita a ração  porém, devemos insistir com esta última por vários dias  experimentando outras marcas de ração, caso necessário.    Oferecer a comida caseira 2 vezes ao dia e outras 2 refeições  a base de mingau e frutas não ácidas (maçã, pêra,  banana…).    Vitaminas e Minerais (somente sob orientação  médica)    Após o desmame, que ocorre em torno do 40º dia de vida, o filhote  necessita de complementação de cálcio e vitaminas. Durante  todo o primeiro ano de vida, fase de crescimento muito acelerado em que a falta  desses elementos causará o raquitismo.    Raças grandes até 10 meses de idade e raças pequenas  até 6 meses.    Prescrição a critério veterinário.    Ração de Qualidade    Usando ração de excelente qualidade não será necessário  fazer suplementação de medicamentos ( compostos de vitaminas e  minerais, anabolizantes, etc…), procure acompanhar o desenvolvimento do cãozinho  junto ao veterinário e criador de sua confiança, cada animal tem  sua necessidade própria de nutrientes.    Anabolizantes    Alguns jovens criadores, ainda imaturos pensam que o uso de anabolizantes  esteróides poderá aumentar a massa muscular e performance e que  isso perduraria enquanto seu animal fosse vivo, hipótese que deve ser  penalizada, pois há um encurtamento da vida útil de seu animal,  com possibilidade real de câncer prematuro em quem deveria ser seu grande  amigo.    Sabemos que um programa alimentar saudável e treinamento físico  adequado nas diferentes etapas de vida do cão, garantem excelente perfil  atlético e correto amadurecimento fisiológico, permitindo melhor  qualidade de vida ao cão e conseqüentemente ao seu dono que possuirá  um exemplar com bons e saudáveis anos de vida.